Online First

Empreendedorismo Inovador: Proposição de um Framework Conceitual Integrativo

Débora Mendonça Monteiro Machado (UNINOVE) - debora87mm@hotmail.com

Cristina Dai Prá Martens (UNINOVE) - cristinadpmartens@gmail.com

Cláudia Terezinha Kniess (UNIFESP/USJT/UNITAU) - kniesscl@gmail.com

 

Resumo:

Objetivo: O objetivo deste artigo é analisar os fatores que constituem o empreendedorismo inovador com base na literatura sobre o tema.

Metodologia: Este estudo é de caráter qualitativo e quantitativo descritivo/exploratório. Foi subsidiado pela revisão sistemática da literatura, com extração de dados nas bases Web of Science e Scopus, tendo uma amostra total de 114 artigos.

Resultados: É proposto um framework conceitual integrativo de empreendedorismo inovador, baseado nos seis clusters obtidos na análise da literatura: Conceitualização, Formação Empreendedora, Empreendedorismo inovador como motor da economia, Ecossistema empreendedor, Políticas Públicas como fomento para o empreendedorismo inovador e Empreendedorismo Digital.

Conclusão: O estudo avança o estágio atual da pesquisa sobre empreendedorismo inovador e fomenta a construção de um conceito consolidado. Contribui para a compreensão da conceituação, da prática e caracteriza os potenciais benefícios do tema. Também oferece subsídios sobre o empreendedorismo inovador para o quadro regulatório e de políticas públicas, educação, criação de ecossistemas, economia digital e formação de novos empreendimentos como estratégias para superar os gargalos econômicos de países e instituições.

Palavras-Chave: Empreendedorismo Inovador; Empreendedorismo; Revisão Sistemática da Literatura; Framework.

Link do arquivo

 


Governança Corporativa, Rating Soberano, Alavancagem e Desempenho da Firma: uma Análise em Nível Regional

Duterval Jesuka (UFU) - adm.duterval@gmail.com

Fernanda Maciel Peixoto (UFU) - fmacielpeixoto@gmail.com

 

Resumo:

Este estudo analisou a relação entre o rating soberano, a governança corporativa, a alavancagem e desempenho das empresas listadas na B3 com e sem atuação na mesorregião do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba (TMAP) e Sul do Goiás. Foi empregado um método de regressão com dados em painel para uma amostra de 671 empresas brasileiras listadas na Bolsa Brasil Balcão entre 2010 e 2018. Exploramos o comportamento da alavancagem e da performance das firmas que atuam na Região do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba e do Sul de Goiás em relação a seus pares que não possuem atividades nessa região. A amostra foi dividida em empresas que possuem sede, ou filiais, ou subsidiárias nas mesorregiões do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba e do Sul de Goiás. Os resultados mostraram que as empresas que atuam no TMAP e no Sul de Goiás são mais alavancadas quando são auditadas por pelos menos uma das quatro firmas de auditoria (Big4) e quando há presença de um outsider no conselho de administração, em contrapartida, a alavancagem diminui quando o conselho de administração é maior e quando há alta concentração de propriedade e controle. Em relação ao desempenho, percebeu-se que para essas companhias, o retorno sobre o ativo é influenciado positivamente pela reputação da auditoria e pela presença de outsiders no conselho, enquanto a dualidade das funções CEO e presidente do conselho influencia negativamente o Q de Tobin.

Palavras-Chave: Governança Corporativa; Alavancagem; Rating Soberano; Desempenho; Regionalidade

Link do arquivo

 


Mães em home office: O desafio do trabalho e o cuidado dos filhos durante a pandemia da Covid-19

Cristiane Aparecida da Silva (UFLA/UFSJ) - cristiane@ufsj.edu.br

Gisleine do Carmo (UFLA) - gisleinecarmo95@gmail.com Mônica Carvalho Alves Cappelle (UFLA) - edmo@ufla.br

Resumo:

Este estudo investigou os impactos da nova rotina de cuidado com os filhos sobre as atividades profissionais, vivenciada por mães em home office, com filhos de até 12 anos de idade, em meio ao contexto da crise de Covid-19. Realizou-se uma pesquisa qualitativa por meio de entrevistas semiestruturadas com 12 sujeitas de pesquisa e, após, aplicou-se o método de análise de conteúdo temática. A pesquisa revelou a intensificação da sobrecarga de trabalhos domésticos e de cuidado com os filhos quando acumulados com atividades profissionais remuneradas. Observou-se que sentimentos de medo e angústia, que marcaram o início da pandemia, se transformaram em sensações de cansaço mental e estresse, provocados, sobretudo, pela impossibilidade de estabelecimento de uma rotina e pelo compartilhamento de um único espaço para as várias esferas da vida. Este trabalho destacou como um contexto de pandemia evidencia ainda mais a situação de desigualdade já existente entre homens e mulheres. As mulheres, mesmo inseridas em espaços públicos de trabalho profissional remunerado, anteriormente dominados pelo sexo masculino, precisam se desdobrar em inúmeras obrigações domésticas e cuidado com os filhos, tradicionalmente associadas a elas. Nesse sentido, o artigo pode contribuir para ampliar o debate acerca das vantagens e desafios de mães que trabalham em home office. Essa modalidade de trabalho remoto, apesar de trazer a vantagem de as mães poderem acompanhar os filhos e estarem mais presentes, deve ser avaliada de forma mais ampla, uma vez que a sobrecarga mental e o estresse podem acarretar perdas de qualidade daqueles momentos aparentemente prazerosos.

Palavras-Chave: Covid-19; Trabalho remoto; Home office; Maternidade.

Link do arquivo